Mães tóxicas? | CONSTELAÇÃO FAMILIAR – Constelação Familiar Sistêmica

Mães tóxicas? | CONSTELAÇÃO FAMILIAR

Acho que a pergunta que mais leio/ouço é ”Isabela, fale sobre as mãe narcisistas”.

Vou contar algo que talvez ajude e sirva de dica para alguns.

Uma vez fui escrever um e-mail para meus professores porque eu estava com um incomodo chato na alma e queria falar daquele negócio com alguém. Sentei-me para escrever mas me impus duas regrinhas: 1 – escrever sem me fazer de vitima; 2 – escrever sem citar qualquer outro nome (outra pessoa).


Aula ao vivo e online toda 4f as 21h


Então comecei a escrever ”quando eu era pequena meu pai …..” e dai apaguei a frase. Tentei mais uma vez ”estou me sentindo perdida porque lá em casa eu e meus irmãos sempre….” e dai apaguei. Tentei outra vez ” estou me sentindo mal porque queria que eles….”

Foi ótimo esse ”exercício”. Nem precisei enviar o e-mail para meus professores. Percebi ali mesmo que eu estava querendo falar do outros e não de mim.

Conhece a frase de Freud?

”Quando Pedro me fala de João, sei mais de Pedro do que de João”

Fato é que sempre utilizo essa estratégia do e-mail para todo pensamento que me habita.

Toda vez que estou chateada, fico atenta às frases que se formam na minha cabeça. E daí vou me apercebendo que elas querem falar do outro ou querem ser vitima. O mal-estar vem dai.

Então troco as frases até que só sobre a Isabela lá dentro delas. Pronto, agora tenho mais chances.


Atendimento Online com Bonecos


Então quando a esposa quer levar o marido para a sessão (ou vice-versa), a gente já sabe quem precisa mais da consulta: o levador e não o levado.

Quando alguém envia mensagens aqui nas redes sociais assim ”Isabela, e as mães narcisistas?”. Ou ainda, ”Isabela e a mãe que tentou me abortar?”. Ou talvez ”Isabela, fui largada pelo marido e não consigo aceitar”; quando alguém estrutura sua demanda numa escrita desse tipo ela ainda não está muito pronta para ser guiada para a solução (mas pode estar a caminho).

Primeiro ela vai precisar perceber que na Constelação Familiar uma das ”exigências-mínimas” é: não traga ninguém para sua sessão além de você. Fale somente de você. Deixe o-que-foi lá onde aconteceu (no passado). O passado precisa passar.

Quando for para falar de alguém examine se é pra agradecer por alguma coisa ou algo nesse nível. Aí vale. No mais, sinceramente, sai desse padrão.

Leve o tempo que precisar nessa etapa – mesmo que isso lhe exija alguns anos. Mas invista seu tempo ai nessa criação de uma nova-postura.

Lembrei daquela historinha de Abraham Lincoln

SE EU TIVESSE 8 HORAS PARA CORTAR UMA ÁRVORE, GASTARIA SEIS AFIANDO MEU MACHADO

É isso…


Isabela Couto | Psicanalista | Constelação Familiar com Treinamento pelo IDESV


Deixe um comentário