Quando erro, vou além ou paraliso? – Isabela Couto Machado