Constelação Familiar com Bonecos – Constelação Familiar Sistêmica

Constelação Familiar com Bonecos

Atendimento com bonecos?

Nessa conversa vou falar com você sobre o atendimento com bonecos utilizado nas sessões de Constelação Familiar, na modalidade individual.

Como você deve saber a Constelação Familiar nas suas origens nasceu da experiência em grupo e não no dois-a-dois, no atendimento individual.

Por muitos e muitos anos os grupos e workshops com quarenta, cinquenta ou sessenta pessoas sentadas em um grande círculo era o formato mais utilizado pelos facilitadores.

Ainda hoje há muitos desses grupos e isso acontece porque funciona. 

Afinal de contas, tudo que é largamente testado pelo tempo, merece nosso respeito e atenção, certo?

Eu, particularmente, atendo prioritariamente com bonecos e na modalidade individual – por vezes na minha clínica e em grande parte online (e já vamos falar sobre isso).

Contudo, sempre indico para meus clientes que façam a experiência de uma Constelação Sistêmica em grupo por perceber alguns benefícios aí.

 

Sobre o grupo

Mesmo que a pessoa prefira o atendimento individual por não querer se expôr em um grupo maior de pessoas, ela pode ir numa dessas reuniões apenas para ser representante.

Não sei se esse termo ”representante” lhe é familiar, então vou explicar rapidinho.

Você pode ir numa Constelação Familiar em grupo para colocar-seu-tema, ou seja, para constelar. 

Ou você pode ir participar como representante, ou seja, você será convidado a entrar no campo para representar um pai, ou uma mãe, um tio, uma irmã, algo assim.

 

Vantagens

O grande benefício dos grupos é que você terá a oportunidade de participar o dia todo de várias constelações. 

Olhando a história do outro, você pode vir a ter muitos insights sobre a própria vida.

Além de ser uma oportunidade bem rica, você terá a chance de experimentar no próprio corpo o tal do campo que você já deve ter ouvido de algum constelador.

Campo, falando bem brevemente, é quando os representantes captam através de sensações no corpo, a história familiar do constelado (ou seja, da pessoa que colocou-o-tema).

Sei que tudo isso pode parecer estranho a você, caso esteja chegando agora ao mundo das constelações familiares.

E, se este for o caso, indico que invista algum tempo lendo ou assistindo alguns vídeos. Tenho certeza de que com alguns cliques a mais você já estará ganhando compreensão do que seja, de fato, Constelação Familiar.

 

Os bonecos

Dito isso e voltando ao assunto do atendimento com bonecos, você pode estar se perguntando várias coisas.

Como se faz Constelação Familiar sem representantes humanos?

Como o facilitador sente o campo estando online e distante fisicamente?

Os efeitos da Constelação Familiar com bonecos são os mesmos que os efeitos da Constelação Familiar com representantes humanos?

Se você tem alguma dessas objeções, eu as entendo plenamente.

Preciso lhe dizer que recebo muitas dessas perguntas na minhas redes sociais diariamente.

Então, vou esboçar alguns raciocínios aqui que poderão, talvez, auxiliar nesse esclarecimento.

 

Antes, um pouco de história

Como isso tudo começou? 

Quem foi, afinal, a pessoa que primeiro percebeu que era possível fazer constelação usando bonecos?

Foi Bert Hellinger?

Não, não foi o Bert e sim um dos seus alunos.

O nome dele é Jakob Schneider, além de aluno era amigo pessoal de Bert Hellinger.

Ele trabalhou no modelo de grupos, mas em alguns lugares que ia não havia esse suporte e então começou a andar com uma bolsa cheia de playmobil de seu filho pra baixo e pra cima.

Onde ia, levava tais bonecos.

Não demorou muito para perceber que alí estava presente seu próprio método de atendimento sem a necessidade obrigatória de representantes.

 

Sem representantes?

Sim, é possível.

Poucas pessoas pensam nisso, mas na Constelação Familiar com bonecos o próprio facilitador é o representante-humano.

Não são os bonecos que captam algo e sim o próprio corpo-do-constelador.

Os bonecos servirão para configurar graficamente para o cliente o que está acontecendo no campo, o que o facilitador está captando do campo com o seu corpo.

É bem simples essa lógica, certo?

 

Online

Se você conseguiu compreender o tópico anterior então já entendeu que o fator-humano que estava presente na modalidade-grupo continua presente na modalidade com bonecos. 

Não são, então, as figuras que fazem as vezes dos humanos representantes e sim o próprio facilitador.

Para o online acontecer tranquilamente, então, é um pulo, certo?

O fator-humano continua presente.

As câmeras estão ligadas, estamos nos olhando, rimos, sentimos, há envolvimento, assim como você se emociona assistindo algum filme que lhe toca, é possível conectar-se, ser tocado, movido, sensibilizado, através do atendimento online com bonecos.

 

Veja abaixo como faço o atendimento online com bonecos

Mas, funciona?

Outra preocupação que o método com os bonecos despertam nas pessoas é sobre os efeitos.

O online com bonecos funciona tão bem quanto o presencial com bonecos?

Faço em grupo ou com bonecos?

 

O poder está em…

Na verdade, nenhuma dessas modalidades funciona se você não mudar suas ações, posturas, pensamentos, sentimentos, após a sessão de Constelação Familiar.

O poder disso tudo está em você e não nos bonecos, no campo, no constelador, nos representantes, no campo.

Quando alguém pergunta ”qual método vai gerar mais efeito em minha vida, em grupo ou com bonecos?”, na verdade há aí ainda uma confiança exacerbada de que ”o campo vai se movimentar por nós”. 

E mais. 

De que, talvez, ”os representantes mexendo lá, algo vai ser transformado em minha vida”.

 

Você

Você pode ir no melhor constelador do mundo, com os representantes mais centrados do universo, mas se você não se implicar na sua transformação, nada, nada, nada vai acontecer depois.

O que eu indico sempre à minha audiência e aos meus leitores é que se apercebam bem e que se conheçam melhor afim de fazerem a escolha mais adequada entre uma e outra modalidade.

 

– Atendimento Online com Bonecos

 

 

Seu perfil

Se você gosta mais dos grupos, do toque físico, da convivência, do cara a cara, do corpo a corpo, então procure uma Constelação Familiar em grupo ou individual no consultório físico, pois provavelmente é lá que se sentirá mais a vontade e confortável durante o processo.

Mas, se você se dá bem com o mundo virtual, prefere não se expôr em um grupo maior de pessoas, mora distante dos grandes centros e se sente aconchegante nesse tipo de ambiente. Então, está tudo certo em optar pela Constelação Familiar Online com Bonecos.

Vale, de novo, falar sobre isso: 

… o poder de transformação está sempre em nós e não método, nos bonecos ou no constelador que atende você.

 

Além do boneco

Você pode estar lendo esse texto e se perguntando sobre outras formas de se atender no consultório físico.

Há consteladores que não usam os bonecos e sim o que chamamos de âncoras de solo.

Há também quem use cristais ao invés de bonecos.

Há até quem faça constelação com bonecos postos flutuando numa bacia cheia de água.

O que podemos pensar sobre esses outros recursos?

Se você está conhecendo a Constelação Familiar a pouco tempo então vale dizer que por ser uma abordagem em franco crescimento, há muitos procedimentos que não são validados ainda e que podem soar estranho, até mesmo para mim que atuo fortemente na área já a alguns anos.

 

 

Âncoras de Solo

Folhas de papel sulfite, tapetinhos de borracha eva, sapatos, almofadas, tudo isso pode ser usado para marcar espaços no chão e perceber o campo.

Esse é um método muito usado por vários terapeutas e tem bons resultados porque olhamos as âncoras umas em relação às outras.

Pisando tal folha sinto isso. Pisando essa outra sinto assado. Pisando essa outra ainda, sinto assim.

Pronto. 

Podemos capturar sensações a partir desses lugares marcados e assim extrairmos informações valiosas para o cliente.

 

Cristais

E se trocarmos cristais por bonecos, será que melhora a captação de energia do campo?

Essa é uma pergunta que já me fizeram algumas vezes.

De novo, quero chamar a atenção para o pensamento mágico que envolve tal pergunta.

Lembra que em um dos tópicos anteriores eu disse que não importa o boneco e sim o fator-humano? 

Tem que ter corpo, carne, vísceras, gente.

Da mesma forma não importa se o objeto usado for cristal, paliteiro, vidro de esmalte, toco de madeira, pedra, qualquer coisa.

Se há algo de cristal que vamos precisar na hora do atendimento é a disposição-cristalina do cliente e do constelador para estarem juntos naquele momento.

Só isso.

De novo, quero lembrar aqui: 

… não é o método, nem os objetos, nem o facilitador que vai fazer funcionar algo na sua vida, e sim você mesmo.

 

Bonecos flutuando na água

Se você está me acompanhando nesse artigo, você rapidamente vai conseguir perceber por si mesmo qual o argumento que melhor se encaixa a pergunta ”e constelação familiar com bonecos flutuando na água, funciona bem?”

O fator-humano é retirado desse procedimento, percebe?

Tudo é entregue à água e ao acaso-flutuante.

Uma Constelação Familiar não é feita de acasos e sim de percepções.

As percepções, como eu já disse anteriormente acontecem no corpo do representante (quando a Constelação Sistêmica se dá em grupo); e acontece no corpo do facilitador (quando a CF acontece na clínica ou no online).

Sempre haverá um corpo percipiente – ou seja, um corpo que percebe!

Tem que ter corpo, carne, vísceras, gente, lembra?

Pessoalmente, compreendo, a Constelação Familiar com bonecos flutuantes na água um tanto ligada ao acaso – mas posso estar errada, o tempo vai dizendo.

 

Autorresponsabilidade

É isso!

Espero que esse artigo tenha trazido para você algumas reflexões tanto sobre o atendimento com bonecos no consultório físico quanto no consultório online.

Vou deixar de presente para você um mini-curso gratuito que se chama 10x mais resultados com a sua Constelação Familiar.

Nesse mini-curso gratuito com mais de 8h de vídeos, eu explico tim-tim por tim-tim o que é e o que não é Constelação Familiar e como se preparar melhor para a sua sessão e seu pós-sessão.

Bom. Agora é com você.

Afinal de contas, o desenlace e suas muitas consequências cabe sempre a cada um de nós.

 

 

Isabela Couto | Psicanalista | Constelação Familiar | Atendimento Online com Bonecos & Cursos & Podcast

Deixe um comentário