Seu passado é bem maior do que você pensa – Constelação Familiar Sistêmica

Seu passado é bem maior do que você pensa

Do estreito ao amplo

Seu passado não deveria ser contado do ano-um de sua vida, tal qual aprendemos a fazer. Seu passado é bem maior do que você pensa, é bem maior do que a idade que você tem impressa no seu Cpf.


Atendimento Online Constelação Familiar


Constelação sem família?

É pitoresco, no mínimo, mas acontece de me procurarem para falar sobre Constelação Familiar sem, contudo, mostrarem muito ânimo para voltar às lembranças do pai, da mãe, do ex-marido, dos avós, dos tios.

Sempre tem um ou outro cliente tentando pular essa parte.

Quando peço para que me contem sobre os familiares (que é a chave mais importante do processo) o cliente não dá a eles (seus ancestrais) tanto crédito assim.

O cliente fica desconfiado:

“será mesmo que essas coisas lááá de 1800 e bolinha tem a ver comigo aqui-agora? Vou pagar uma grana pra falar de meu pai, de minha mãe, tios-avós? Aff”.


[Novidade] Podcast de Constelação Familiar 🎧🌷


A vírgula que se acha um livro

Diante disso eu fico me perguntando: de onde vem essa forte postura e essa firme convicção, que a maioria de nós temos, de menosprezar nossa história e nossa biografia (incluindo aí nossos antepassados)?

Não há saúde possível com tanta divisão e exclusão assim. Não há paz possível, não há centramento, não há inteireza. Não há Isabela, nem Maria, nem João.

Ficar contra seu sangue é ficar contra seu sangue

Basta observar

Bom, eu lhes digo que a psicogenealogia, a análise transgeracional, a herança psíquica, as constelações familiares, seja que nome tenha, é algo observável (totalmente empírico).

Basta olhar por aí, com um olhar de quem quer ver, e perceberá que herdamos muito mais do que só o físico, herdamos uma genealogia de hábitos, vícios e comportamentos anteriores ao nosso nascimento.

Só um elo

O lááá-longe determina o cá-perto. Queira ou não você é apenas um elo de um grande encadeamento de outras vidas que existiram antes de você chegar e de muitas outras vidas que estão por vir. Só um elo.


O poder da herança

Estou lendo Nietzsche e olha como ele já nos alertava sobre o PODER DA HERANÇA e a necessidade de seu complemento: o PODER DO AGORA.

Ele denuncia, também, nossa mania de olharmos para o distante, para o não-essencial (esse ladrão de nossas energia).

Não é nas nuvens que está sua solução, não é na mágica, não é no outro que você culpa por estar instável e infeliz.

É em você e no seu grupo familiar, é na pesquisa do bem mais perto, é no avizinhado ancestral o lugar de suas respostas e de suas saídas.

Se liga

É isso, os antepassados. Se liga aí rápido e sua vida vai fazer novo sentido. Mas, antes, vamos de Nietzsche? É bem interessante o que ele nos traz.

 


Com o mais-próximo se vai mais-além

“Temos de novamente nos tornar bons vizinhos das coisas mais próximas, e não menosprezá-las como até agora fizemos, erguendo o olhar para nuvens e monstros noturnos.

Foi em bosques e cavernas, em solos pantanosos e sob céus cobertos que o homem viveu por demasiado tempo, e miseravelmente, nos estágios culturais de milênios inteiros.

Foi ali que aprendeu a desprezar o TEMPO PRESENTE, as coisas vizinhas, a vida e a si mesmo – e nós, que habitamos as campinas mais claras da natureza e do espírito, ainda hoje RECEBEMO NO SANGUE, por HERANÇA, algo desse veneno do desprezo pelo que é mais próximo”.

Livro Humano, demasiado humano | Nietzsche

Desejo-nos o ESSENCIAL 😉


Isabela Couto |Psicanalista | Constelação Familiar Atendimento com Bonecos Online

Deixe um comentário