Qual ancestral fez isso comigo? – Constelação Familiar Sistêmica

Qual ancestral fez isso comigo?

[Pergunta] Isabela, dor no pescoço e sensação de estar travado tem uma dinâmica por traz?

[Comentário Possível] Como sempre digo em relação às Constelações Familiares “não há um texto geral para tratar de um assunto tão específico assim”.

Não é tão simples

Na família Nunes dor no pescoço poderá ter um significado, na família Couto outro, na família Silva outro ainda.

Não há um capítulo 2, inciso IV, sobre dor no pescoço com sensação de travamento significa tal ou tal coisa.

Constelação não é assim.

Cada caso é um caso

Cada grupo familiar tem sua marca ancestral e precisa ser olhada com muito amor e consideração.

Pode ser tanta coisa.

Só mesmo em um atendimento você e seu facilitador podem “abrir o campo” e aí sim perceber o que traz a ancestralidade e a história do cliente sobre aquele sintoma, entende?

O mensageiro

O que aquele sintoma significa?

Quem seria aquele sintoma?

Pode ser uma exclusão, uma injustiça, um aborto, uma pirraça, um evitamento, um relacionamento anterior, um parente que se suicidou, alguém que foi internado a força em 1800 e bolinha, etc.

Sim(toma)

A gente precisa sentar e tomar um chá com o sintoma.

Acolher e nunca pôr de lado.

Ele existe para curar nossa alma em níveis, de fato, profundos.

Aqui na Constelação não há um DSM (manual que cataloga doenças) tal qual na medicina tradicional existe.

A Constelação Familiar não trabalha assim.

O balde e o mar

Uma imagem que Bert Hellinger tem e que gosto muito é a do balde e o mar.

Reduzir a Constelação Familiar a uma série estática de DSM’s, por exemplo, equivale a olhar um baldinho cheio de água e dizer que conheceu o oceano inteiro.

Muito cuidado com a sua alma, a alma de seus antepassados e a de seus clientes (caso você seja um facilitador).

Aqui você precisará se deslocar do velho e útil cartesianismo, para o mais velho ainda e também útil mundo da percepção e compreensão mais ampla.

Espero ter contribuído um pouco mais.

Isabela Couto | Psicanalista | Constelação Familiar | Atendimento Online com Bonecos

Deixe um comentário