Tudo que é vivo se move – Constelação Familiar Sistêmica

Tudo que é vivo se move

Forma e mensagem

E aí o professor pede aos seus alunos para lerem Rubem Alves sublinhando todos os ditongos, os hiatos e os tritongos daquele livro.

Sim, acontece.

Claro que aqui eu não estou dizendo que aprender português e gramática seja algo inútil. Tem seu valor, óbvio que tem.

Só fiz essa chamada para dar contraste ao que desejo mostrar, então, vou continuar.

Substância

Na verdade muitos de nós passamos a vida assim, olhando para a menor parte, olhando para o não essencial, olhando para a escassez, olhando para o aparente.

Enquanto a existência está acontecendo ricamente a gente fica distraído (sublinhando com canetinha fosforescente) os defeitos dos familiares, os limites dos pais, as atrocidades do chefe, as injustiças dos governos, a sujeira das ruas, o cabelo espigado, a roupa que não consigo ter, a viagem que não fiz, a varanda pequena, o relacionamento que acabou, o amor perdido, a casa por arrumar, os filhos gritando, a grama verde do vizinho, etc.

Ao invés de aproveitarmos o texto completo e suas mensagens com muito mais a nos dizer, a gente se perde nos detalhes bem pouco relevantes.


● Atendimento Online Constelação Familiar com Bonecos | Saiba mais 


Elefanto

Outro dia falei “elefanto” num vídeo.

Eu estava me referindo ao marido da elefanta (mas o fiz nesse jeito meio jeca que tenho).

Alguém foi lá no comentário corrigir meu português.

Trouxe consigo o Aurélio e o Michaellis.

Lembrei-me, no fim das contas, daquela musiquinha: um elefante incomoda muita gente…

Seres de Hiato

Claro que nessa toada vamos ficar cansados e vazios no final da vida, no final das linhas, depois do play no vídeo.

E quando acabar essa leitura estreitada, e quando acabar o filme, eu vou ter aprendido o quê?

Que descarreguei por completo uma canetinha de marca-textos e que, dali, posso ter saído mais manco, oco, desabitado, sozinho e falhado?

O que um tritongo e um “elefanto” pode fazer por mim, por você, por nossa convivência e nossa sociedade?

O que um ditongo-desafeto na fila da padaria (por conta dum “furão” apressado) pode me acrescentar a não ser um grande hiato?

Seres Sistêmicos

Treinar nossos olhos pro amplo, pro macro, pro livro todo (pra biblioteca inteira), pra vida e suas multi-relações, isso sim é saúde.

O contrário disso é cansaço e repúdio: voltando à situação hipotética e metafórica do aluno, por exemplo, qual a memória afetiva dele sobre a filosofia marcante de Rubem Alves e de toda sua literatura enquanto sublinha ditongos?

Que gosto, que incentivo para um próximo passo, para uma próxima leitura ou para as vindouras experiências, não é verdade?

Penso que algo se perde, mas posso estar enganada.

O que importa, talvez, é o
fôlego que você tem para
mergulhar. Se tiver o suficiente,
poderá ver o fundo.

E, por isso termino aqui e nos desejando mais um mergulho.


Isabela Couto | Psicanalista | Constelação Familiar | Atendimento Online com Bonecos & Cursos

• Mini-Curso Gratuito | 10x mais resultados na sua Constelação Familiar

● Atendimento Online Constelação Familiar com Bonecos | Saiba mais 

4 comentários em “Tudo que é vivo se move”

  1. Isabela, vc é muito acertiva nas suas falas, que legal! Como nos ajuda a termos mais e mais folegos p mergulhar….vamos em frente encarar esse todo! Bjs

  2. Oi Isabela, que linda reflexão! Isso é que é fazer uma bela limonada com esse limão azedo que mandaram pra você.

Deixe um comentário