Eu e minha vida cheia de mortos? O que isso tem a ver? Constelação Familiar – Constelação Familiar Sistêmica

Eu e minha vida cheia de mortos? O que isso tem a ver? Constelação Familiar

Herança ancestral além de ser uma realidade biológica é um conceito filosófico amplo.

Fico assistindo aqueles documentários sobre a evolução dos hominídeos e pensando

“nossa, obrigada por perseverarem nesse gelo, nessa aridez, nessas cavernas. Por matarem corajosamente esse mamute. Obrigada por não morrerem. Por se alinharem em grupo e por exercitarem essa habilidade.”

Parece papo de doido, né? Ok. É bem filosófico mesmo, mas surte efeito na minha alma.

Não foi Mc Lanche Feliz que nos trouxe até aqui. Nem o Jobs.

Quem nos trouxe até aqui enquanto espécie foi a força desse povo ancestral aí.

O banho encanado que eu vou tomar daqui a pouco, o garfo, a faca, as roupas, a medicina, carro, asfalto.

Gente, isso tudo vem de onde? Dum bando de morto que ficou vivo (bem vivo) pra gente estar aqui-agora.

Nossa parte inconsciente e arcaica é plenamente grata a eles todos.

Nossa superfície consciente pode até ter se esquecido um bocado dessas páginas da nossa biografia, mas nosso profundo ancestral está bem ativo e nos exige essa reverência (essa lembrança respeitosa).

Nossa saúde agradece.

Experimenta agradecê-los ativamente e conscientemente.

É muito forte e nos faz mais fortes ainda.

Uma riqueza.


Isabela Couto | Atendimento Online com Bonecos

Aula Ao Vivo toda 4-feira as 21h

Reprise das aulas no ALMA FLIX

Deixe um comentário